top of page

Renovação de AVCB, o que você precisa saber para renovar sem transtorno





A renovação do AVCB do Corpo de Bombeiros é feita por laudo técnico conforme previsto na Instrução Técnica 01, para renovação é preciso que edificação atenda aos seguintes requisitos;

a) Que a edificação mantenha as características construtivas que foram aprovadas na vistoria do Corpo de Bombeiros quando emitiu o AVCB. Isso implica que não podem ter ocorridos mudanças que alterem a rota de fuga e eficiência dos equipamentos de combate a incêndio e carga de incêndio, alteração de layout podem ter ocorrido desde que contrariem as situações mencionadas.

b) Que os equipamentos de combate a incêndio estejam instalados, com manutenção adequada e em condição.

c) Caso no sistema preventivo haja brigada de incêndio é necessário que o treinamento tenha seu atestado de formação com emissão em validade, será necessário apresentar o Atestado de Formação de Brigada e a habilitação do Instrutor. Caso haja central de GLP canalizado será necessário o laudo de estanqueidade com ART, esse laudo de preferência deve ter sido emitido com um ano retroativo, pois o CBMMG em sua Instrução Técnica 23 determina que o Laudo deve ser emitido no momento da renovação. Outro item também a ser observado é que se a iluminação de emergência for alimentada com gerador de energia então será necessário o Laudo de Abrangência e ART.

A antecedência do início do processo não é determinada na Instrução Técnica 01, porém para empresas com área inferior 750,00m² recomenda-se que seja iniciado com dois meses de antecedência, pois com este prazo há reserva para corrigir irregularidades e receber o novo AVCB antes de vencer o atual. Contudo empresas que possuam sistema de hidrantes, alarme de incêndio ou outros sistemas é recomendado que se tenha em mente que se a empresa passou por mudanças isso pode implicar na necessidade de atualizar projeto, o prazo médio para atualização de planta varia de empresa para empresa mas em média gira em torno de quinze a trinta dias, o prazo de análise do CBMMG é de trinta dias e somado a isso há o prazo para efetuar a adequação do sistema e o tempo que CBMMG precisa para comparecer para fazer a vistoria, logo se aconteceram mudanças na edificação é indicado que seja feita uma avaliação com empresas e profissionais habilitados para certificar que é ou não necessário atualizar o projeto, essa avaliação prévia recomenda-se que seja de seis meses a um ano dependendo da área construída, um galpão de 2.000,00m² é uma situação, já um com 30.000,00m² é um cenário diferente pois o prazo para resolver pendência naturalmente de um em relação a outro é diferente, fazendo uma inspeção prévia se terá a informação se por exemplo há perda de pressão da rede hidrante, se há dano no sistema de alarme ou iluminação de emergência e prazo seguro para atualizar projeto caso necessário e então faltando dois meses por exemplo para vencer o prazo se solicitar a renovação. Um problema que é comum ocorrer são prédios que possuem lojas, pois se um prédio foi aprovado com um tipo de ocupação e uma loja é ocupada por uma atividade que foge ao conjunto considerado no projeto isso pode obrigar a atualização do projeto e por consequência provocar uma alteração no sistema de combate a incêndio que implicará em obras, logo uma avaliação prévia pode eliminar o problema do AVCB vencer e a edificação não conseguir renova-lo dentro do prazo.

A Projeseg Engenharia conta com equipe qualificada e com experiência para fornecer o apoio que você precisa bem como atender no processo renovação tanto para processo de documental como para efetuar adequação do sistema de combate a incêndio (obras) como manutenção do sistema, em caso de dúvida ou cotações estamos a sua disposição.

Faça sua cotação conosco!

bottom of page